Fixo
WhatsApp
11
11
3042.3036
946.432.520






Bom dia!
Voltar ao Topo
Mais Informações
O que é Design Editorial - quadrinhos

O que é Design Editorial

Design Editorial e Web Design

Artigo de acesso grátis, parte integrante do Curso de Design Gráfico Online e do Curso de Web Design Online.
Para treinamento em competências e habilidades, se você ainda não é nosso aluno, recomendamos um dos nossos cursos interativos online, com suporte e orientação de professores (não gratuitos). Os valores são acessíveis e o retorno é VOCÊ profissionalizado(a) e certificado(a).

O que é Design Editorial

Design no Mercado Gráfico

Uma forma de compreender o design no mercado gráfico, é dividindo o mesmo em 5 focos:

  • Publicitário: Anúncios para mídia impressa + anúncios para web
  • Editorial: Abrange a produção de livros, jornais e revistas + sites de conteúdo
  • Promocional: Embalagens, brindes e materiais promocionais + hotsites para web
  • Institucional: Relativo às instituições - empresas, escolas, entidades religiosas, ongs. Projetos de identidade visual, por exemplo + site da empresa
  • Marketing Direto: Malas diretas e catálogos + email-marketing com hotsites

Observe que para cada um dos 5 focos você encontra aplicações na web (internet). Focaremos no Editorial.

Design Editorial

Design Editorial na Internet - Jornal - Revista - Quadrinhos - Website

Jornais - O que é Design Editorial

Esse artigo visa, de forma simplificada, dar uma idéia aos estudantes de Web Design, de como um WebSite pode ser classificado como Design Editorial.

Editorial, de acordo com o Dicionário Aurélio
[Do ingl. editorial.]
Relativo a editor ou editora.

Assim, Design Editorial é uma área do Design Gráfico relacionada à edição de livros, periódicos (jornais, revistas semanais), quadrinhos e similares. O que diferencia um produto editorial de uma peça comum do Design Gráfico, é, de modo simplificado, a padronização na comunicação visual, ou seja, a obediência a um grid (o mesmo que malha tipográfica, ou grelha).

O que é Grid

Para que serve o Grid

O que é grid

O grid (ou "a grid") é uma representação gráfica que serve como um suporte para os elementos que comporão um layout. Na mairoria das vezes, é representado através de conjuntos de linhas horizontais e verticais que promovem o alinhamento dos componentes gráficos da página (imagens, textos, anúncios, formas, etc.). Não existe regra de como fazer um grid. Trata-se de solução inteligente e criativa de cada designer.

A função o grid é orientar o designer no sentido de manter um padrão único para todas as páginas de determinada revista ou jornal, passando ao leitor uma sensação de unidade (todas as páginas pertencem àquela mesma revista ou jornal, por exemplo). Na produção editorial, os informes publicitários, por exemplo, aparecem nas mesmas posições.

Resumindo: significa que que numa revista, por exemplo, do início ao fim dela, o leitor deverá perceber que está lendo a mesma revista. As páginas, apesar de possuírem conteúdos diferentes, obedecerão a uma malha tipográfica (grid) padronizada e a outros elementos de Comunicação Visual (formas, cores, etc.). Esse resultado pode ser obtido definindo-se um "conceito" para o trabalho como um todo. Assim, conteúdo, imagens, grid, deverão ser guiados por este "conceito". O "conceito" nada mais é que uma forma de reduzir a uma palavra ou frase as idéias que compõem e direcionam todo um projeto. Assim, no Design Editorial as diretrizes de criação e produção são as mesmas que as diretrizes para quaisquer peças de design gráfico, como flyers (pequenos folhetos), folderes, outdoors e outros anúncios, acrescidas deste cuidado, de manutenção de um grid para todas as páginas e publicações.

Design de Website,

deve ser tratado como Design Editorial?

Design editorial de jornal eletrônico

Um website pode ser encarado como uma peça de design gráfico, obedecendo às mesmas regras de diagramação e comunicação visual, por exemplo, se ele for estático (não um filme).

A partir do momento em que ele começa a apresentar mais páginas, começamos a pensar no design do website como um tipo especial design editorial.

Bons exemplos de websites editoriais podem ser encontrados nas páginas de jornais na Internet, como o Estado de São Paulo, Jornal do Brasil, The New York Times, e The Washington Post, entre outros.

O site www.jornaisdehoje.com.br oferece uma lista de links dos principais jornais do mundo.

Como fazer diagramação de websites

eyetracking

Entendemos diagramar como uma série de procedimentos para distribuir elementos gráficos, textos, imagens e boxes contendo filmes ou animações, em um determinada mídia. Tanto faz, se essa mídia é uma folha de papel (já existe papel eletrônico), a tela do computador ou do celular.

A seguir, algumas das descobertas feitas através de eyetracking* numa pesquisa denominada Eyetrack III, onde foram examinados padrões de visualização em sites de notícias. O que apresentaremos a seguir não é "a resposta definitiva" ou "a regra" que tanto gostaríamos de ter...

Essas descobertas poderão servir como diretrizes para você criar um grid próprio.

* Eyetracking é uma tecnologia de monitoramento que registra para onde e por quanto tempo uma pessoa direciona seu olhar durante uma atividade de leitura ou observação, que pode ser desde um jornal impresso, peça de publicidade, até uma página de Internet.

Principais descobertas reveladas pela pesquisa Eyetrack III

Em diversos layouts de página, verificou-se que os olhos pairam por um tempo, primeiramente, no canto superior esquerdo. Ao entrar na página, na maioria das vezes, manchetes posicionadas na área superior esquerda da tela são a isca para o olho. Também funcionam bem na parte superior direita da tela.

Fotografias, ao contrário do que se pensava, parecem não ser a isca. A maior parte dos pesquisados, primeiramente, leu a manchete, para só depois visualizar a foto. No entanto, quanto maior a foto mais tempo dedicaram a ela.

Curiosidade: as pessoas tendem a clicar em fotos...

Olho na tela

Dizem que o internauta escaneia, não lê. Não é bem isso que os pesquisadores do Eyetrack III descobriram. Tipos muito grandes (letras grandes) favorecem o escaneamento. Porém, tipos pequenos levam ao usuário a focar e, consequentemente, ler o texto.

Quando o título tem o mesmo tamanho da sinopse, destacado apenas em negrito, mas na mesma linha, aumenta a chance de o leitor ler toda a sinopse.

Titulo grande com sinopse menor e em linha diferente resulta na tendência do "leitor" escanear a página, lendo somente os títulos (ou parte deles).

Sublinhados, traços, réguas, espaçamentos muito claros, são como uma barreira para a leitura. A pessoa lê até a barreira.

Nos títulos acompanhados de sinopses, a maioria das pessoas se atêm às primeiras palavras (no terço esquerdo do texto da sinopse). Só lerão o todo se essas palavras forem importantes para ele.

O mesmo ocorre com títulos. O internauta dá 1 segundo, em média, de atenção a um título. Se as DUAS primeiras palavras cativarem, ele lê o título todo. Caso contrário, não.

O interesse se perde à medida que o internauta se dirige para a parte de baixo do texto (rodapé). Especialmente quando existe a necessidade rolar a página. Neste caso, o que pode manter o interesse é a qualidade do texto.

Quanto ao melhor local da barra de navegação, menu, os dispostos na parte superior do site tiveram mais tempo de atenção. Entre as laterais esquerda e direita, os pesquisadores se surpreenderam, pois o lado direito teve melhores resultados tanto em facilidade de visualização como tempo de fixação dos olhos. É para repensarmos alguns layouts...

Com relação aos anúncios dispostos nos sites, os de texto prenderam mais a atenção dos internautas, por 7 segundos em média, que os banners, que apresentaram uma média de 1,6 segundos. Eles recebem mais atenção quando estão no canto superior esquerdo da página. Em especial, se estiverem adjacentes a uma matéria correlacionada. Quando separados por algum traço, por exemplo, cai o rendimento do anúncio.

Fonte: http://www.poynterextra.org/eyetrack2004/main.htm