Telefone da CiaByte
Fixo
WhatsApp
11
11
3042.3036
946.432.520
Tim
Oi
11
11
984.076.767
946.432.520
Vivo
Claro
11
11
972.801.072
988.049.999

Imagem Bitmap

Diferenças entre Imagens Bitmap (ou Imagem Raster) e Vetor

bitmap - raster - rasterização - rasterizado - jpg - gif - png

Artigo de acesso grátis, parte integrante do Curso de Design Gráfico Online e do Curso de Web Design Online.
Para treinamento em competências e habilidades, se você ainda não é nosso aluno, recomendamos um dos nossos cursos interativos online, com suporte e orientação de professores (não gratuitos). Os valores são acessíveis e o retorno é VOCÊ profissionalizado(a) e certificado(a).

Imagem Bitmap ou Imagem Raster

Mapa de Bits

Imagem Bitmap (ou imagem raster ou imagem rasterizada)

Bitmap, ou mapa de bits, é uma tabela cujos elementos contêm códigos de cores. Essa tabela pode ser visualizada na tela como uma imagem colorida, onde cada valor de cor é substituído pela cor propriamente dita, ou na forma que ela é realmente gravada, com os códigos das cores.

A imagem ilustra as duas tabelas (uma mostrando os pixels da cabeça do super-herói, outra mostrando os códigos de cores de cada um desses pixels)(1).

Imagem bitmap, portanto, é uma imagem que foi gravada desse modo. A técnica não se limita a super-heróis de games. É utilizada em fotografias, inclusive com altíssima qualidade. Um dos fatores que vai definir a qualidade da fotografia é o número de bits que associamos a cada pixel.

Por exemplo se for 1 bit por pixel, só existirão dois estados, preto ou branco, por exemplo, e a imagem ficaria limitada a um conjunto de pixels pretos ou brancos.

Por outro lado, se atrituirmos 8 bits, teríamos 28 variedades de cores, ou seja, 256 diferentes cores possíveis.
Quanto maior o número de cores, maior o número de bits destinados a codificar a cor de cada pixel, maior a tabela, maior o tamanho do arquivo.

Na tabela do exemplo foram reservados 24 bits para cada pixel, permitindo um total de 16.777.216 de cores (224). Cada 24 bits são dividos em 8 para cada cor primária (RGB = Red, Green, Blue).
Obs.: o número reduzido de caracteres (2 para cada 8 bits) se deve ao fato de os valores estarem em hexadecimal.

(1)Pixel : nome dado a cada ponto de luz do monitor. O conjuntos de pixels, cada qual com sua cor, nos permite visualizar imagens na tela.

Imagem Bitmap x Imagem Vetorial

Observe a ampliação da fotografia do par de alianças). Esses quadradinhos são os pixels. Quando salvamos na forma de bitmap, salvamos o conteúdo de cada pixel. Num programa que manipula bitmaps, como o Paint do Windows ou o Photoshop, você pode alterar a cor até mesmo de um único pixel!

Imagem Bitmap pixel a pixel

Apesar das vantagens para se trabalhar com fotos, ícones, ou outros desenhos, existem algumas desvantagens para os arquivos do tipo bitmap.

No redimensionamento do bitmap

O sistema perde quando precisamos redimensionar imagens. Como os pixels não são redimensionáveis, perdemos pixels ao reduzirmos o tamanho da imagem. De modo oposto, ao ampliarmos uma imagem bitmap, são acrescentados pixels (o programa inventa os pixels que são acrescentados). Por isso, por mais sofisticada que seja a interpolação de pixels, imagens bitmaps com tamanho alterado não apresentam qualidade muito boa, especialmente, quando ampliadas.

No armazenamento em disco

Imagine o quanto se consome de disco, numa circunferência com raio de 30 cm, se tivéssemos que armazená-la conforme o exemplo seguinte:

Imagem raster - bitmap - o que é pixel

Exemplo de ampliação de uma Imagem Bitmap

Imagem Bitmap Ampliada

Um bitmap poderia até conter muito mais detalhes e parecer perfeito. No entanto, ao redimensionarmos, teremos perda de qualidade.
Na figura, o lápis menor é um bitmap obtido a partir de um desenho vetorial (original). Ao ampliar o lápis num programa bitmap, como o Photoshop, por exemplo, note que a qualidade do resultado diminui.

Exemplo de ampliação de uma Imagem Vetorial

Imagem vetorial ampliada

Observe como fica perfeita a ampliação de uma imagem vetorial. O lápis foi desenhado (e ampliado) num programa de vetores (CorelDRAW) e não tem o acabamento de uma fotografia (o observador consegue perceber que é um desenho).

Imagem vetorial

Como na física, onde um vetor é uma entidade definida pelos atributos direção, módulo e sentido, podemos dizer que na comunicação visual, os vetores (imagens vetoriais) são objetos definidos, também, por seus atributos. Dessa forma, de modo simplificado, o objeto(imagem vetorial de um círculo) poderia ser definido da seguinte maneira:

Vetor - imagem vetorial a partir da fórmula de uma circunferência com 1 cm

Observe que, para guardar esse círculo na memória, não precisamos gravar os pixels que compõem a imagem(gastaria muita memória). Se guardarmos os atributos, como "Circunferência", preenchida de "amarelo", contornada por "azul" e com raio de "1 cm", qualquer computador poderia reproduzi-la! Essa é a principal característica de uma imagem vetorial.
Cada vez que o Illustrator (ou outro software vetorial como CorelDRAW, ou o PowerPoint, por exemplo) for carregar uma imagem vetorial, ele lerá os atributos e redesenhará a imagem, claro, obtendo uma idêntica à original!

Ainda, pensando nessa linha, se decidíssemos aumentar o raio para 3 cm, apesar de gastarmos mais espaço de tela, não gastaríamos mais espaço de armazenagem. Afinal, o círculo (os pixels que o compõem) não será gravado.
Apenas os atributos!

Vetor - imagem vetorial a partir da fórmula de uma circunferência com 3 cm

Como Rasterizar Imagens

Como transformar Vetor em Bitmap

Chamamos de rasterização ao processo de transformação de uma imagem vetorial em uma imagem bitmap, também conhecida como raster. Nesse caso, teremos uma imagem rasterizada.
Em geral, isso é possível importando imagens, originalmente vetoriais, em programas que trabalham com imagens bitmap. O Photoshop permite esse processo e, provavelmente, você utilizará muitas vezes, como, por exemplo, para apresentar logotipos (usualmente concebidos como vetor) em páginas de internet, como imagem jpg, gif ou png.
Os programas que trabalham com vetores, como o CorelDRAW, o InDesign e o Illustrator, também costumam permitir a exportação para bitmap.

Imagem Vetorial Rasterizada

Exemplo:
a imagem acima é uma estilização em linha produzida no Illustrator e, posteriormente, rasterizada, ou seja, transformada em imagem bitmap.
Aqui, no formato .png.

Início da página